terça-feira, 15 de maio de 2012

Hipocondríaco Amor



... e já que na última postagem falávamos de alcova e odores de travesseiros... Hoje vai um poeminha de entre quatro paredes, assim, meio maníaco (risos):







eu espero...

"Você vem?"

minha doença se agrava

enquanto eu aguardo estática

esse amor em conta-gotas,

em doses homeopáticas...



no corpo, louco, ora pulsa

quase um sambinha de breque:

cavaquinho, tamborins...

e de grave, o meu amado,

se transforma num moleque

e a canção, por ironia,

muda em valsa-corrupio:

violino, violoncelos...



então tremo, "Tenho frio!"

de onde vem este arrepio

que me percorre a coluna?

"Me feche aquela janela?"



e o latejo...

"De onde vem?"

é melhor alopatia...

"Tem um Isordil, meu bem?"

e se esconde a madrugada

por detrás do amanhecer...



e porque me vem

com cantigas de ninar?...

"Me embala meu bem-querer?"



mas... num copinho com água,

a novidade: "Florais?!

eu não quero adormecer,

quero você sempre e mais."


.....................

CURIOSIDADES:

* O remédio Isordil é quase o nome do meu marido, por isso a Alopatia é boa pra mim! (r***)

*Permitida a reprodução do trecho do meu livro "Vinhos", desde que citada esta autora (Cecilia Ferreira)

*Poema da série Mélicas, publicado pela Nankin editora, aliás, a capa do livro é Maravilhosa! Agradecimentos a Lilian Vidigal (lvidigal@liftdesign.com.br)














Enviar por e-mail
BlogThis!
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no orkut
Compartilhar no Google Buzz

18 comentários:

  1. Isso aí! Beberique e se afogue neste alambique.
    Saia dele embriagada
    de um gostoso renovado.
    nada como fazer novo
    seu antigo namorado.
    ---------

    meu pobrim esse meu, mas foi o que deu!

    ResponderExcluir
  2. risos**** Que delícia de comentário!

    ResponderExcluir
  3. Curiosa estou eu como é o nome de seu marido? é bem saudável fazer do amado doses alopáticas! genial. gostei, o nome do meu marido é domingos, então me lembra descanso. (risos) cada uma com seu remédio. Beijos.Cecilia.
    marianice

    ResponderExcluir
  4. O suspense seria a alma do negócio? Acho que vou fazer um concurso e premiar com um livro quem adivinhar! r*** Bjnhs, Marianice!

    ResponderExcluir
  5. acho que sei é ISOLDO? agora vai começar a advinhação

    ResponderExcluir
  6. Já pode montar uma tenda cigana, Marianice! Vc chegou bem perto! risos***

    ResponderExcluir
  7. Diga o que você pensa com esperança.
    Pense no que você faz com fé.
    Faça o que você deve fazer com amor!
    Ana Carolina
    Passando para deixar “Um Abraço”!!!
    http://www.luceliamuniz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Recebido com carinho, e abraço retribuido com gratidão por sua vinda!

    ResponderExcluir
  9. Acho que o nome dele é :
    Iso...

    Isopor! Iso cheinho de preposição que serve para juntar uma coisa à outra
    ou
    Isopôr! Iso cheio de verbo que serve para fazer um montão de coisa também

    - e põe e tira, e põe e tira,e põe e tira! e depois flutua tão leve que fica

    Eita, remédio mió do que esse só na farmácia popular!

    Ah, páááára ô!

    ResponderExcluir
  10. hahahah!!! Rita! Só errou de farmácia, hein??? Popular, nào! É remédio manipulado pem receita pessoal e intransferível! risos**** Mas é ISO, sim! ISO, premiado e meu desde 1974! (Tita, divirto-me pra Kramba com vc e suas artes!

    ResponderExcluir
  11. Seu marido tem nome de remédio? Olha que isso é sugestivo, viu... rsrsrrs

    Queria, passei para agradecer pela visita ao meu espaço.

    bjs

    ResponderExcluir
  12. Para mim funciona como a mais perfeita expressão do vício... risos*** Obrigada pela visita, Patty.

    ResponderExcluir
  13. " Amor em conta-gotas e doses homeopáticas", " samba de breque, violino, violoncelo", alopatia, homeopatia e florais...cabe ainda aí um raminho de arruda?
    Isordil é um vasodilatador e não se compatibliza com outro vas...intão. Take easy....muito , neste sammba do crioulo doido.

    ResponderExcluir
  14. Hahahahah, grata pelo conselho J. Hamilton! Vou parar de judiar tanto do marido! Vou pegar mais leve! Abraço

    ResponderExcluir
  15. Belissimo, hilário e sensório poema que tráz um quê de um amor que se renova. Aplausos, Cecília. Saúde e paz!

    ResponderExcluir
  16. Saúde e paz, com minha gratidão,caro amigo Antenor.

    ResponderExcluir

Que bom que quis comentar. Pode esperar que logo respondo. Obrigadinha.