quinta-feira, 11 de agosto de 2011

SEGREDO

















“Pist, é um segredo!”
Murmurava o medo.


Sossega, desordenado,
aonde vais tocando bumbo
como fosse carnaval?

Ouve a voz,
pausada e tranquila,
da mulher a quem pertences,
vê como aniquila
o tremor inconsciente.

Percebe que ela ignora
toda a tua agitação,
se demora nas palavras,
controla o tom e as passadas,
como não houvesse nada,
ânsia, sonhos, vontades,
além do controle das mãos?

Nota onde ela as coloca,
sente a delicadeza
e que os dentes, tão alvos,
não se aviltam como presas
e essas unhas, de macias,
nem mostram
as garras que são...


“Pist”, murmura o medo,
“o que é isto, coração?”










CURIOSIDADES:
• Poema do livro VINHOS (subdivisão: Mélicos)
• Autora: Cecilia Ferreira

6 comentários:

  1. Eita! o que foi que o coração respondeu?
    Next week? I am curious....

    ResponderExcluir
  2. Uai... Que isso, escritor? O que responder o coração disparado de cada leitor... Né não?

    ResponderExcluir
  3. Que expressar, Cecília!... O medo adverte, mas as razões do coração são sempre incognoscíveis. Aplausos!

    ResponderExcluir
  4. Oi Antenor, sempre bem-vindo! Obrigada.

    ResponderExcluir
  5. Olá Cecilia !!

    Os poemas me tocam profundamente. E este teu estilo é belíssimo.
    Fiquei muito emocionada e te juro que vieram lágrimas nos olhos.
    Lindo mas muito lindo!
    Obrigada pelo momento!

    Um lindo fim de semana!

    Beijos,
    Elaine Crespo

    Peço permissão para ter a honra de posta-lo depois. Te darei os créditos é claro!(risos)

    ResponderExcluir
  6. Que bom Elaine, fico feliz e agradeco! Bjnhs

    ResponderExcluir

Que bom que quis comentar. Pode esperar que logo respondo. Obrigadinha.