terça-feira, 17 de maio de 2011

Saudades do Correio? Elegante!, e/ou Chupar Mel no Favo.








Tem saudades do bom e velho correio? Pode ser que volte a querer usar!

O infeliz andava tão esquecidinho em meio a tantos bites e bites, vídeos e sonoridades, micros e macros, vídeos, fotos e fatos modernos...

Mas talvez a carta tenha saído ilesa da UTI em que foi colocada.

Parece que ela está no quarto, e como não é pelo SUS, já pode receber visitas!
Ou... Fazer visitas!

Tudo no particular e no viva-voz!

Muito romântico. Se você já tem letra feia de tanto digitar e pouco escrever à mão, não sofra. Chegou a solução!

A nova cartinha tem um gravador de até três minutos (será mais barata ou mais cara do que uma ligação?). E basta abrir o envelope. Todas as vezes ele repetirá a mesma mensagem de amor!

Duro ser for mensagem pra terminar um namoro, fazer cobrança, ouvir o desafeto dizer o quanto... Hã-rã...

Bom...

Para os corações apaixonados a sensação da proximidade da distância pode ser igual à chupar mel no favo. Vai ter aquele gostinho de cera, mas é doce e diferente! E... dependendo do que for dito você pode achar que veio junto uma abelhinha zumbindo romanticamente na sua orelha.

Dia dos namorados tá aí!

Que tal?

Ah, as festas juninas também não estão longe, e afinal, esse correio é elegante, se quiser agradar o Antônio (vai que o santo anda amarrado e dependurado de cabeça pra baixo na casa da namorada?... ou agradar ao) sua(seu) ficante! Ficante também sonha!

Autoria: Cecilia Ferreira

5 comentários:

  1. Hilária e bela narrativa, com um quê nostálgico que toca o coração.

    ResponderExcluir
  2. Mas não eram as tais, aquelas festas ;)

    ResponderExcluir
  3. Meu colégio (primário e ginásio) vai fazer, em comemoração aos 60 anos de vida,uma festa parecida com a festa junina d minha infância e juventude. E não sei se poderei estar lá para ver. Mas esta figurava entre as melhores festas de que tenho lembrança. Abraço Antenor,muito bem-vindos os seus comentários.

    ResponderExcluir
  4. Fico muito feliz em saber que os meus modestos comentários são bem aceitos por você. Imagino as suas doces lembranças da infância e juventude e será mesmo muito lamentável a sua ausência na festa comemorativa. Sou de origem humilde e perdi meu pai quando eu estava cursando o primeiro ano numa escola particular que não existe mais. Receba os meus sinceros parabéns.

    ResponderExcluir

Que bom que quis comentar. Pode esperar que logo respondo. Obrigadinha.